Caracterização - Ludoteca

Posted in Escolas / JI

O que é uma Ludoteca?

“Como se sabe, criar uma ludoteca é sempre um Desafio…nunca é igual, de projecto para projecto, são Múltiplas as intenções e especificidades. É este o Grande conceito de base destes espaços.”

(Denise Garron)

Alto da Peça

  • Tem como primeira missão, ajudar a desenvolver a personalidades da criança, através dos jogos e dos brinquedos. Estes oferecem -lhe, elementos materiais necessários, desde o jogo, ao material lúdico, espaços de jogo, as orientações, ajudas e companhia, que requerem para jogar.

  • Um espaço

  • Solução para o jogo

  • Optimiza e garante os requisitos do jogo

  • Um serviço de empréstimo de jogos

Alto da Peça 

A sua especificidade e razão de ser

O jogo oferece às crianças a possibilidade de ser e estar activos perante a realidade. Descobrem-se a si próprias e são reconhecidas pelos outros, os seus companheiros de jogo.

Jogar, é divertir, fazer, procurar, investigar, criar, comunicar, evoluir.

As ludotecas, em cada país ou zona em concreto, adaptam-se às necessidades e circunstâncias locais, que são sempre diversas, com as suas próprias possibilidades de recursos humanos e materiais, com as suas especificidades, tendo um “Esqueleto comum”:

  • Jogos

  • Espaços de jogo

  • Companheiros de jogo

Alto da Peça

Caracterização das Ludotecas

Funções da Ludoteca

  • Pedagógica/orientação – oferece um leque variado de jogos e brinquedos, tendo a possibilidade de escolher; Os pais comprarem os jogos  através da orientação ou ajuda dos Ludotecários, perceberem a adequação de cada jogo à idade dos filhos;

  • Social – oferece as mesmas possibilidades/oportunidades de diversos jogos, a todos, por ser um lugar, em que qualquer criança pode obter e desfrutar de jogos de qualidade, de acordo com a sua faixa etária ou etapa de desenvolvimento, sem ter que os comprar;

  • Educar para a cidadania – através do empréstimo de jogos e brinquedos, inicia –se na criança, o respeito pelo outro e a capacidade de partilhar, através do uso e desfrute de um bem comum; desperta ainda, um sentimento de responsabilidade/maior interesse em cuidar dos próprios jogos e desenvolvimento de uma nova relação, através do objecto

  • Comunicação Familiar – aumenta e melhora as relações entre os pais e filhos, através dos jogos emprestados, que incentivam o jogo em família;

  • Animação do bairro – converte-se num espaço/centro de encontro para as crianças e para fazerem novos amigos; os pais podem relacionar-se com outros pais, educadores, Ludotecários e outros profissionais, num ambiente tranquilo e descontraído. Também pode converter-se num centro de animação infantil, juvenil e familiar, através de um amplo campo de possibilidades culturais, formativas, debates, conferências, eventos…

  • Formadora – lugar idóneo para aprender o que se deve e pode ser um bom jogo assim como, as suas diferenças, se é adequado ou não.

    Alto da Peça